quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Submeta sua ideologia a Cristo

"Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo" (Cl 2.8).

Ao ler a expressão "filosofia e vãs sutilezas", penso nas ideologias contemporâneas. É certo que o apóstolo Paulo, em sua Epístola aos Colossenses, combatia o gnosticismo, movimento enfrentado, por exemplo, em I e II Jo e Jd, mas a expressão "filosofia e vãs sutilezas" pode abranger uma infinidade de doutrinas humanas.
Comunismo, Socialismo, Gramscismo, Feminismo, Ideologia de Gênero, Teologia da Libertação, nada disso pode determinar a fé bíblica, mesmo porque tais ideologias são contrárias à cosmovisão cristã. No meio protestante, a Teologia da Missão Integral tenta fazer as vezes de um pensamento social não ideológico e bíblico, mas, ao fim e ao cabo, é de ideologia marxista que se trata.
A Igreja sempre combateu heresias, e desde o Séc. XX, pelo menos, tem enfrentado ideologias, porque foi justamente o Séc. XX o século das ideologias e dos antagonismos, da Guerra Fria, das "grandes narrativas", do Fascismo, do Nazismo e do Comunismo/Socialismo. Os planos dos nazistas, fascistas e comunistas/socialistas passavam por conceitos totalmente equivocados e contrários à Palavra de Deus. 
Não é pecado ostentar uma visão de mundo marcada por convicções políticas: de um modo geral, todos temos crenças políticas, ainda que nos consideremos "apolíticos" ou "antipolíticos", porque até essas posturas são constitutivas de uma visão política. O pecado é tentar distorcer a Palavra de Deus para que ela diga aquilo que a ideologia diz.





Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.