quarta-feira, 13 de abril de 2011

Quanto amadorismo!!!

Vamos criticar a imprensa de maneira objetiva? Ora, nesse caso do Massacre de Realengo o jornalismo tem cometido muitos erros. O sensacionalismo e a desinformação fazem com que Wellington Menezes de Oliveira seja ao mesmo tempo um fanático das Testemunhas de Jeová, do Islamismo e do Adventismo, tudo misturado ao bulling e à existência de armas legalizadas!
Explico: a cada dia surgem notícias de que o rapaz tinha vínculo ou simpatia por alguma religião diferente. Primeiro, disseram que ele tinha simpatia pelo Islamismo e por ações terroristas, algo aparentemente reforçado, em certa medida, por manuscritos e vídeos, além de testemunhos de gente que o conheceu. Logo depois disseram que o rapaz tinha pertencido às Testemunhas de Jeová, seita que sua mãe também teria frequentado. Agora, a Folha On Line me surpreende com a notícia de que texto religioso encontrado na casa de Wellington foi escrito por um pastor adventista!
Ora, ao ler a manchete, tive a impressão de que o jornal dava conta de um pastor envolvido com as loucuras do jovem. Todavia, o texto havia sido impresso a partir da internet, pois o pastor, cujo nome é citado na reportagem, tinha um site e seus textos respondiam a questões sobre inferno, alma, morte e ressurreição.
Já pensou? A gente escreve teologia na internet, um leitor esquizofrênico imprime, esse mesmo leitor mata crianças numa escola, a polícia toma o texto para investigar e a imprensa diz que autor de site evangélico escreveu texto de assassino? Que imprensa é essa?
Esse assunto já rendeu demais. Mas esse é o Brasil.

Um comentário:

João Armando disse...

Vale a pena ver um artigo no site www.cacp.org.br sobre o massacre - fazendo interessante comparação com os abortos que se realizam no Brasil, e trazendo à tona as opiniões de Caio Fábio e do Edir Macedo sobre o aborto. Não endosso as opiniões do Sr. Júlio Severo (a quem vejo como bastante desequilibrado) mas neste artigo em questão, o que ele escreveu vale a pena ler.

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.