sábado, 21 de maio de 2011

Todos faremos cem anos

Quem fará cem anos em junho de 2011? Apenas a igreja Assembleia de Deus em Belém/PA, onde tudo começou? Não! Esse negócio de que "só há uma igreja a fazer cem anos em 2011, a Igreja-Mãe, em Belém", dita por Samuel Câmara e repetida por Silas Malafaia, não tem procedência. O centenário é de todos os assembleianos. Sei que eles reconhecem a importância do centenário para toda a denominação, mas a ressalva e o destaque sobre a igreja da capital paraense servem como frase de efeito contra a CGADB, na seara da política eclesiástica.
A Assembleia de Deus vive uma crise moral, doutrinária, teológica e política na comemoração de seus cem anos. Devo dizer isso num blog? Ora, devo sim. Sou crítico da igreja porque tenho compromisso com ela, sendo membro desde 1992 (com uma pequena passagem como batista há cerca de dez anos). Nasci na Assembleia de Deus, conheço a idiossincrasia desse povo, embora eu não seja exatamente um assembleiano representativo... Como participante de suas fileiras, porém, espero que tudo vá bem e que as coisas cheguem ao prumo.
 

3 comentários:

claudiopimenta disse...

a igreja nao e desses dois homens


no norte o mandatario da igreja mae nem da convençao local faz parte !

por que será ? a familia dele manda nos dois estados do norte


no sul temos noticias tambem dos desmandos do cearense cacique


sera que esses casas nunca foram a zona rural ? temos povos nao alcançados pelo evangelho nas zonas rurais do nosso pais


vao gastar suas energias naquilo que edifica senhores presidentes!


fico imaginando paulo e barnabe brigando pelas suas igrejas maes!


JESUS deve esta muito feliz!

claudiopimenta disse...

enquanto a africa brasileira (o interior do nordeste e regioes rurais) nao tem pregaçao do evangelho esses dois homens gastam milhares de reais com suas vaidades!

claudiopimenta disse...

vergonhoso essa manipulao dos 200 anos da assembleia de Deus


enquanto isso o sertao e zonas rurais continuam sendo esquecidas!

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.