terça-feira, 1 de abril de 2014

Pessoal, vamos com calma: Direita é uma coisa, extrema direita é outra!

Há um pessoal legitimamente indignado com o desgoverno petista e com a possibilidade de "venezuelização" do Brasil, mas que tem optado por defender a volta dos militares ao poder. Tenho lido inúmeros comentários de internautas, em diversos sítios eletrônicos, no sentido de que somente os militares resolveriam os problemas do nosso País. O pior é que muita gente tem associado a Direita a regimes militares, em parte por causa da doutrinação esquerdista nas escolas, onde se ensinava a equação Direita = Ditadura.
Vamos cuidar de afastar essas impropriedades. Há que se defender a Direira liberal e democrática, e não os extremismos. 
Olavo de Carvalho disse com acerto que a diferença entre Esquerda e Extrema Esquerda é de grau, mas a diferença entre Direita e Extrema Direita é de natureza. Exagere as bandeiras da Esquerda e terá autoritarismo, totalitarismo, império do politicamente correto, morte do próximo para salvar a Humanidade; amplie as bandeiras da Direita e terá maior liberdade. A chamada "Extrema Direita" não é uma ampliação de liberdades fundamentais, mas o seu contrário.
Eu sou conservador e de direita, e não sou reacionário, autoritário nem obscurantista. Defendo o bom senso, a razão, os princípios gerais de Direito, o Estado de Direito, o respeito ao próximo, a democracia, a liberdade. O conservador não deseja conservar o mal, mas as tradições, instituições, convenções e princípios da Civilização, diferentemente do esquerdista, que é iconoclasta e crítico por dever de ofício.
A Direita precisa ser conhecida no Brasil, e ela é democrática. Vamos conversar com Russell Kirk, com Alexis de Tocqueville, com Winston Churcill, com Margaret Thatcher! Vamos ouvi-los.


 

 

Nenhum comentário:

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.