domingo, 26 de julho de 2015

Material de apresentação de aula na Escola Dominical (revista da CPAD, Lição 4, 26 de julho de 2015)

A ERA DA INFORMAÇÃO INSTANTÂNEA*

TEXTO DO DIA:
“Bem-aventurado o homem que acha sabedoria, e o
homem que adquire conhecimento” (Pv 3.13).

TEXTO BÍBLICO:
Ex 35.30-35
OBJETIVOS:
EXPLICAR as invenções antes e depois da
Queda;
CONSCIENTIZAR dos males do consumismo
tecnológico;
COMPREENDER que a mídia tem o poder de
manipular as pessoas.

INTRODUÇÃO
Amplo acesso à informação;
Novas tecnologias;
Transformação dos meios de comunicação;
Benefícios e malefícios;
Oportunidade de ampliação do conhecimento;
Excesso de informação;
Qualidade da informação.
Como reagir à era da informação instantânea?

TÓPICOS:
I – As invenções antes e depois da Queda;
II – O consumismo tecnológico;
III – A manipulação midiática da mente;
IV – As redes sociais e os relacionamentos.

I – AS INVENÇÕES ANTES E DEPOIS DA QUEDA.
1.  O  TRABALHO  COMO  FORMA  DE
ADMINISTRAÇÃO DA TERRA.
Mandato cultural (Gn 1.26-28);
O trabalho como instituição divina (Gn 2.15);
Racionalidade e criatividade (Gn 2.19,20);
Provérbios, Eclesiastes (“teologia do trabalho”);
José, Moisés, Daniel, Neemias, Paulo;
Lucas era médico (Cl 4.14);
Paulo, Áquila e Priscila eram fazedores de tendas
(At 18.3).

2. INVENÇÕES QUE AFRONTAM A DEUS.
O homem foi criado em estado de perfeição (Ec 7.29);
Exemplo da Torre de Babel (Gn 11.1-6);
Tudo o que é bom provém do SENHOR (Tg 1.17);
Devemos promover o bem (Gl 6.10).

3. A ARTE DIVINAMENTE INSPIRADA.
Exemplo de Bezalel e Aoliabe;
Tudo para a glória do SENHOR (I Co 10.31).

II. O CONSUMISMO TECNOLÓGICO.
1. A QUASE ILIMITADA CAPACIDADE HUMANA DE PROJETAR INVENÇÕES.
Não há limite para o fazer livros (Ec 12.12);
O conceito de Graça Comum (Mt 5.45).

2.  O  ASSOMBROSO  CRESCIMENTO
TECNOLÓGICO.

A ciência se multiplicará (Dn 12.4).


                                                       AVANÇO DA TECNOLOGIA
Máquina de escrever
Laptops, palmtops, ipads,
 Maior agilidade e eficiência;
aparelhos menores e mais

leves.
Telégrafo 
Internet 
Rapidez na informação
Disquete
Pen-drive
Maior armazenamento de

dados em um espaço menor
Máquina fotográfica com filme
Máquinas digitais 
 Você vê a imagem em tempo
real. Se não gostar pode
deletar e ainda fazer outra

foto.
TV com válvula. 
TV digital, 3D e com comando de voz
Nitidez na imagem e efeitos
especiais.
Ultrassonografia
Ressonância Magnética
Maior precisão nos

diagnósticos médicos
Carta 
E-mail, MSN, Whatsapp 
Maior rapidez de comunicação



3.  O  PERIGO  DO  CONSUMISMO
TECNOLÓGICO.
Gasta-se muito dinheiro com coisas supérfluas
(Is 55.2);
A tecnologia foi criada por causa do homem, e não o homem por causa da tecnologia (cf. Mc 2.27);
Não compre produtos ou serviços tecnológicos para manter aparências.

III. A MANIPULAÇÃO MIDIÁTICA DA MENTE.
1. ANALFABETISMO DIGITAL.
Analfabeto digital e analfabeto funcional;
Ilusão de disseminação do conhecimento;
Exército de consumidores fast food e repetidores de informações;
Pobreza  cognitiva,  intelectual,  ética  e espiritual.

2. O EXCESSO DE INFORMAÇÃO NA ERA DIGITAL.
O que contamina o homem é o que sai do seu próprio coração (Mc 7.18-23);
É necessário controlar os próprios pensamentos (Fp 4.8);
Devemos exercitar o juízo crítico (At 17.11; I Ts 5.21; I Pe 4.7).

3. A MENTALIDADE ATUAL FORMADA PELA MÍDIA.
Aspectos da pós-modernidade;
Interesses político-ideológicos e econômicos;
Crentes e igrejas virtuais;
Diferentes “tribos” evangélicas;
Crentes e pregadores “de ouvido”;
Pregações baseadas na internet;
Pluralidade de vozes dissonantes;
Falsos mestres tomados como sábios.

3. A MENTALIDADE ATUAL FORMADA PELA MÍDIA.
Renovação do entendimento (Rm 12.2);
O parâmetro de Cristo (Ef 4.13);
A sã doutrina (I Tm 6.3; II Tm 1.13).

IV.  AS  REDES  SOCIAIS  E  OS
RELACIONAMENTOS.
1. COMUNICAÇÃO HUMANA.
Princípio gregário (Gn 2.18);
A comunicação decorre da identificação (Gn 2.20-25);
Comunicar-se é relacionar-se (Gn 3.8).

2. COMUNICAÇÃO ANTIGA.
De uma forma ou de outra, o Homem sempre se comunicou;
Meios de comunicação antigos: mensageiros,
cartas, sinais de fumaça...

3. COMUNICAÇÃO ATUAL.
Orkut (extinto), MSN, Facebook, Whatsapp,
Twitter, Telegram, Blogs…
Aproximação ou distanciamento?
Sintomas de mau uso das redes sociais.

CONCLUSÃO.

*Elaborei esse material para ministrar aula na Classe de Jovens da Assembleia de Deus na Pituba. Os tópicos são da própria lição, e o conteúdo tem informações da própria lição e outras que acrescentei.

Nenhum comentário:

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.