sábado, 21 de agosto de 2010

Não há lugar para João Batista no mundo

Amanhã as Assembleias de Deus em todo o Brasil estudarão a origem, o ministério e a mensagem de João Batista, o precursor de Cristo, aquele que recebeu testemunnho de Cristo e dos profetas Isaías e Malaquias.
João Batista, segundo Jesus, foi muito mais do que profeta. De fato, ele foi o único profeta que viu a esperança de Israel em Pessoa. João foi parte do Plano de Salvação, preparando o caminho do Messias nos corações das pessoas e tendo a importante missão de batizar Jesus. Sua mensagem? A chegada do Reino de Deus.
João era um pregador de uma ética celestial. Ele confrontou o rei Herodes por viver maritalmente com a esposa de seu irmão, o Herodes Filipe.
O Batista pregava no deserto, vestia pelos de camelo, um cinto de couro, e comia gafanhoto e mel silvestre. Era um Elias mesmo. Um homem totalmente diferente de tudo o que existe.
Surgira aquele pregador estranho no deserto da Judeia com uma vocação muito clara: anunciar que o Reino de Deus se aproximava, e apontar para o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Não queria aplausos, seguidores, dinheiro nem poder. Era uma pedra no sapato, um incômodo para a religião oficial e para os governantes.
João Batista não era desse mundo. Nascido de um milagre, nascido com uma missão, ele não era mesmo desse mundo. Era uma revolução em pessoa, uma coisa inconveniente, uma mensagem sem transações.
Haverá quem deseje aprender com João Batista hoje?

3 comentários:

João Armando disse...

A pregaçao dele era mui diferente da do evangelicalismo de hoje - ARREPENDIMENTO - quando foi a última vez que você ouviu uma pregaçao evangelística que falava em arrependimento? ?

maybe disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Marcos Tedesco disse...

Meu caro Alex, concordo com o seu questionamento. Há muito o que aprender e se contranger com o exemplo e a ousadia de João BAtista. Paz do Senhor e parabéns pelo seu blog.
Marcos.
Visite o meu blog:
marcostedesco.blogspot.com

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.