quarta-feira, 16 de junho de 2010

Se o TSE for coerente, o registro de candidatura de Dilma Rousseff será cassado

Em 2009, o mandato do governador do Maranhão, Jackson Lago, foi cassado por abuso de poder político. Os ministros da cúpula da Justiça Eleitoral brasileira entenderam que o governador José Reinaldo Tavares, aliado de Jackson Lago (e ex-aliado dos Sarney), favorecera seu candidato por meio de convênios com municípios e associações civis, além de manifestação pública, na pequena cidade de Codó, de que somente o pedetista Lago poderia dar continuidade às ações do governo.
Por causa disso, Jackson Lago perdeu o poder. A segunda colocada, Roseana Sarney, que perdera por menos de cem mil votos de diferença, assumiu a cadeira de governadora do Maranhão.
Vale registrar um trecho de reportagem do Estadão:

"Entre outras acusações, a oposição alegou que foram feitos 1.817 convênios no ano da eleição entre o governo estadual e municipais e associações civis. Os ministros também se sensibilizaram com imagens de um DVD na qual foi mostrado um evento no município de Codó, no qual José Reinaldo declarou apoio explícito a Lago.

'Quatro votos concluíram pelo abuso do poder político, revestido de potencialidade para influenciar o resultado do pleito', resumiu ontem o presidente do TSE. 'Ficou assentado um entrelace de administrações na perspectiva de forçar o eleitorado a dar sequência de trabalho que somente seria assegurada se o governador de então (José Reinaldo) fizesse o seu sucessor', afirmou Britto. 'Houve assinatura de convênio em palanque'", ressaltou o presidente do TSE".
Claro como a água. Assim como Jackson Lago teve o mandato cassado por abuso político, dentre outras coisas por ter recebido, em palanque, antes das eleições, apoio explícito do governador, Dilma Rousseff deverá ter seu registro de candidatura cassado, ou, se isso não ocorrer a tempo, deverá ter seu mandato impugnado. Essa é a forma de se evitar o fenômeno de dois pesos e duas medidas. Afinal de contas, o presidente Lula, quando Dilma ainda era ministra, abusou de atos governamentais para promover a ministra desconhecida. No derradeiro 1º de maio, em evento das Centrais pago com dinheiro público, Lula mais uma vez violou a legislação eleitoral e sofreu apenas uma multa. A cassação do registro da candidata e até mesmo o impeachment são medidas que juridicamente se impõem. No caso de Lula, por ser o impeachment uma medida complexa e faltarem as condições políticas necessárias, pode-se objetar que não seria oportuno. Mas no caso de Dilma não vejo solução.
Na comparação entre Codó/MA e o público que assiste aos discursos de Lula pela televisão ou pessoalmente, em apoio desvelado a Dilma, não há o que discutir. É claro que o suposto abuso de Jackson Lago, se existiu, exige seja, com muito maior razão, apurado e devidamente rechaçado o abuso cometido por Lula e a candidata que ele criou.
Portanto, se o Tribunal Superior Eleitoral quiser ser coerente, Dilma não poderá ser candidata.


Veja o link que usei no texto:
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,tse-confirma-cassacao-de-jackson-lago,356073,0.htm

2 comentários:

João Armando disse...

E quem disse que o TSE, ou outras instâncias do Poder Judiciário, são coerentes? Como diz o matuto, "Ah, se sesse!" Seja como for, é claro o motivo pelo qual a educação brasileira é tão ruim. Povo educado não se deixaria enganar por demagogia. Ponto! Qual seria o motivo que Lula teria muito mais apoio entre os analfabetos, semianalfabetos e igorantes? Com TSE ou sem, o fato é que é o povo que vota. Triste constatação. Temos, como país, o governo que queremos e merecemos.

francisco disse...

Irmao com todo o respeito ao seu belo texto, seu pensamento perfeitamente coerente,correto, tu sabe que quem manda e quem detem o $$$$$$$$$$ ou o poder, essa mafia esta fazendo tudo que condenava antes quando a direita que agora eesquerda ! que esquerda!!!! mandava

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.