terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Meu amigo inconveniente

Tenho um amigo muito inconveniente. O pior de tudo é que ele é o que mais me envia mensagens eletrônicas. Seu nome é estrangeiro: Spam. Todos os dias ele aparece com uma novidade, mas não me interesso por nenhuma delas.
Quando minha caixinha de correio era mais precária, as mensagens de Spam vinham misturadas com as mensagens que eu aguardava. Às vezes, ao ver que na caixa havia várias mensagens, eu ficava alegre, para imediatamente perceber que todas não passavam de pilhérias do velho amigo: anúncios comerciais acerca de produtos pelos quais eu nunca me interessei, de lojas em que eu jamais comprei.
Agora que minha caixa de correio é bem mais rigorosa, as coisas de Spam ficam separadas. Mas, talvez pelo hábito de receber mensagens de Spam, lá vou eu olhar o que ele me reservou - e inexoravelmente vejo que se trata das mesmas besteiras.
Ó incorrigível Spam. Deixe que meus amigos mais esperados escrevam para mim, e só. Deixe que eles entupam minha humilde caixa de correio. Deixe que as mensagens recebidas sejam exclusivamente de meu interesse e proveito!
Mas, que insensato eu sou! Quem mais escreveria para mim? Quem mais se importaria tanto comigo, senão a indústria, o comércio, o consumo, a sociedade capitalista, vil e burguesa, a era da informação, e todos os seus aparatos de última geração?
Talvez eu esteja sendo rude demais com o velho Spam. Talvez...Para muitas pessoas, os anúncios de publicidade, ainda que indesejados e impessoais, são a única recordação de que existem. Afinal, quando ninguém mais se lembrar de mim, seja o poeta, seja o doutor, ainda assim Spam me enviará os seus recados. O dinheiro sabe onde as pessoas estão.

Um comentário:

João Armando disse...

O pior é que essa praga já contagiou os celulares. As próprias operadoras mandam mensagens não solicitadas, só para nos dar o trabalho de ler para ver o que é e imediatamente apagar... Mas há uma luz no fundo do túnel (não são os farois do trem...) - soube que se cogita proibir esse tipo de coisa por parte das operadoras de telefonia móvel. Oxalá seja mesmo aprovada a proposta!

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.