segunda-feira, 3 de maio de 2010

Gideões Missionários da Última Hora e José Serra

Reportagem da Folha de S. Paulo noticia que no 1º de maio o pré-candidato à presidência pelo PSDB, José Serra, esteve no 28º Congresso Internacional de Missões, em Camboriú (SC), como convidado de honra. Além de ter sido saudado como "futuro presidente", houve quem dissesse que "esse povo não só ora como vota". E o pior: governo do Estado e prefeitura de Camboriú, comandados por membros do PSDB, deram R$540.000,00 ao evento, que custou, ao todo, R$800.000,00.
Tanto o governo como a prefeitura alegam que se trata de investimento em turismo, algo que o governo catarinense viria fazendo desde 2003.
O fato é que "não basta ser honesto, é preciso parecer honesto". O eventual leitor conhece esta frase? Pois é. Se os Gideões Missionários da Última Hora, que promovem o Congresso, tinham recebido o dinheiro do Estado e da Prefeitura, não deveriam ter convidado José Serra, pois ele postula o cargo de presidente da República, é do mesmo partido que os patrocinadores do investimento e seria de se esperar que houvesse manifestações de apoio à sua candidatura - tudo isso pode configurar propaganda antecipada.
Aproveitando a oportunidade, cabe uma outra reflexão: é legítimo um movimento eclesiástico ou para-eclesiástico receber dinheiro público? Governo e prefeitura queriam incentivar o turismo, eu sei...Mas, e os Gideões Missionários? Eles também queriam promover o turismo? Esse é o seu objetivo? Para que serve o congresso periódico dos Gideões Missionários da Última Hora? Além de promover pregadores de multidões, eles agora fazem propaganda eleitoral e parceria com o Poder Público em favor do turismo?


Um comentário:

francisco disse...

Pois é vemos claramente que tem muito interesse na historia, por que nao apoiar a marina da silva ? uma crente de exemplo? simples muito simples , ela e lisa nao tem grana, grna gera influencia, poder etc

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.