sábado, 1 de maio de 2010

Silas Malafaia anda chateado com blogueiros cristãos

Vi que o Pr. Silas Malafaia anda muito chateado com blogueiros cristãos que o criticam. Ele acha que esses irmãos são bandidos, amargurados, fracassados, caluniadores. Em dois programas consecutivos, testemunhei sua preocupação quanto a isso.
Eu gostava muito do trabalho de Silas Malafaia. Por minha sugestão, meus sogros passaram a assisti-lo todos os sábados há alguns anos. Gostávamos de sua capacidade e coragem de falar a Verdade.
Num seminário em Campo Grande/MS, no ano de 2008, interrompi o palestrante - que criticou alguma coisa do pastor assembleiano - a fim de defendê-lo (sim, eu fiz isso!). Minha participação no seminário ficou marcada por aquela palavra... Se fosse hoje, eu endossaria a postura do palestrante!
Silas Malafaia ensina e prega um evangelho diferente daquele que ele ensinava e pregava no início de seu ministério e até há poucos anos atrás. Ele adotou a Teologia da Prosperidade e ensina que dar dinheiro para seu programa e para a igreja é como uma semeadura. Essa é a lei da semeadura financeira, que, na realidade, advém de seitas orientais (escrevi sobre isso neste blog). A semeadura financeira tem que ver com a "lei da atração", com as leis que regeriam o Universo. Quem semeia tem que colher - esse é o lema de Malafaia.
Para reagir a seus "inimigos", Silas Malafaia cita ninguém menos que o hegere Mike Murdock. Duas das frases desse homem supostamente sábio dão uma ideia de sua postura: "Meus amigos me fazem bem e meus inimigos me promovem"; "Se não tenho tempo para me dedicar a quem gosta de mim, por que vou perder tempo com quem não gosta de mim"?
Percebe? Em vez de amar os seus inimigos, como a Bíblia recomenda, Silas Malafaia prefere recorrer ao suposto sábio Mike Murdock, para quem não se deve pensar nas críticas como forma de crescimento, mas, sim, usá-las como alicerce de seu sucesso ministerial. É claro que, antes disso, Malafaia deveria refletir sobre a pecha de "inimigos" que põe sobre os que apenas discordam de seus ensinos e práticas.
Não é preciso procurar um pastor ortodoxo para rebater o que Malafaia diz. Basta pesquisarmos o que ele mesmo ensinava há anos e veremos que ele discorda de si mesmo.
Por que me abalo a criticar Silas Malafaia neste espaço? É justamente porque ele é um dos mais destacados representantes do evangelicalismo brasileiro hoje (ou da crise evangélica). Se deixarmos, o evangélico será tomado pelo que diz e faz Silas Malafaia. Todos pensarão que ser evangélico é semear dinheiro para aguardar o retorno. Assim, seremos tidos como materialistas. Esse "evangelho" do dinheiro eu não quero. Não foi essa palavra que me transformou.

11 comentários:

João Armando disse...

Gostei. E para quem quer saber quais são os blogs (além deste, do Alex, é claro), citaria dois (sem, obviamente, endossar tudo o que os autores dos referidos blogues ensinam):

1. O do Pr Renato Vargens http://renatovargens.blogspot.com/
Este é de um pastor reformado (mas não presbiteriano - alguns leitores podem ter a errada ideia que só presbiterianos são reformados... Há muitas igrejas reformadas independentes, igrejas e até editoras batistas reformadas, como a Fiel etc.

2. Genizah http://www.genizahvirtual.com/
Este tem três autores, é um tanto irreverente e procura ter um toque de humor nas críticas. Alguns talvez se choquem com isso, mas quando a gente lê as baboseiras que eles criticam, acaba tendo de concordar.

Oremos pelo Silas. O amor ao dinheiro é a raiz de TODOS os males. TODOS. O perigo é sério.

francisco disse...

Pois e nobrissimo irmao, eu oro pelo silas mas tambem denuncio os erros, tem muita gente ficando escandalizada com isso, e outros perdento toda a fe no evangelho, qual a diferença do silas hoje para o macedo, soares, valdomiro ,entre outros pregadores da falacia da prosperidade ?

Viu o debate do portal o galileo ? esta nos blogs do altair, pulpito cristao , point rhema etc

Anônimo disse...

Olha não concordo com isso, o que o pr prega é apenas a verdade, e que muitos crentes não tem a coragem de falar, o seu programa é uma benção, e deve continuar sendo, por isso ele pede ajuda para manter seu programa no ar, não é apenas um programa, é um ministério ele tem varios funcionários, ele mesmo diz que para ser um mantenedor do programa tem q ter um chamado, não obriga a ninguem a doar, então meu caro vai orar e deixa ele pregar, coisa q tem gente q não faz e fica criticando quem faz!!

Anônimo disse...

concordo com o amigo anonimo, eles esta fazendo a obra de Deus ele pedi dinheiro pq tem um programa a manter, e nao e só no brasil so assista q vc vai saber entao, pq nao vai ajudar em oraçao amigos, ele ta levando a palavras a tds, enquanto vcs ta criticando ele ta ganhando almas para cristo,se pessoas se afastao pq nao gosta do geito dele e porq tem que se converte ainda..nao e o evangelho q tem que se converte a nós e sim nos a ele. q DEus abençoe e claree a mente de vcs fiquem com Deus

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Aos anônimos de 04 e 16 de fevereiro:

Parece que existe um coro na internet: quando se escreve a respeito de malefícios de pregadores que não mais pregam a Palavra ou vendem o Evangelho, surgem aqueles que dizem para a gente dar frutos, orar, ganhar almas, parar de criticar. Não raro, esse pessoal cheio de si escreve tão mal que é difícil compreender o que pretendem. Qual o problema? Não conhecem a Bíblia...? Onde estão os "críticos" Paulo, Pedro, Judas (não o Iscariotes!!!), Tiago, Jesus, que criticarma falsos mestres??? Devemos ser criteriosos e vigilantes em tudo. Não devemos julgar as motivações das pessoas, mas a Bíblia nos manda julgar os comportamentos e atitudes. Silas Malafaia prega algumas verdades, mas é fato que aderiu à heresia da teologia da prosperidade. Falar a verdade nunca irá matar ovelhas. Mentir, isto sim, é coisa que o Diabo criou. No mais, se for para escrever besteiras, não escrevam nada.
Alex.

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

E mais: antes que me aborreçam, "criticarma" foi erro de digitação, ante a pressa!
Alex.

paradoxo42 disse...

O Malafaia tem todo direito de reclamar. Espero que estes que criticam ponham a mão na consciência e peçam desculpas.

claudiopimenta disse...

o mala se contradiz muito infelizmente o evangelho pregado por ele agora nao e outro senao o falso evangelho da ganancia e erro!

Anônimo disse...

Assisti a mensagem do pastor Silas nesse e você com todo respeito está sendo fariseu. Pede perdão a Deus rapaz para Ele não fazer juízo na vida.

Anônimo disse...

Assisti a mensagem do pastor Silas nesse e você com todo respeito está sendo fariseu. Pede perdão a Deus rapaz para Ele não fazer juízo na vida.

blogdomaco disse...

tenho acompanhado bastante na Internet os comentários e críticas a respeito deste ou daquele Pastor e citando o Supremo Pastor, Jesus quando crtiticava ele ensinava baseado em suas críticas e gerava vida nas pessoas hoje as críticas tem gerado morte para aqueles que não conseguem discernir entre o que é verdade absoluta e relativa, confesso que se o desgaste de tempo é apenas com relação dinheiro que se tem ganho, acho que poderiamos direcionar essa energia para ganhar almas, ajudar os necessitados, subir nos morros pra pregar a Palavra que acredito que muitos que falam tanto de determinado Pastor nunca o fizeram, não sabem distinguir um estampido de .556 de um .762, não colocam a mão na massa e só ficam atrás de um teclado fazendo críticas, vamos criticar sim, mas vamos mostrar os furtos, vamos alimentar os mais necessítados e vamos meter a mão no bolso para fazer, tenho visto muito blá, blá, e atitude nenhuma, não estou aqui me colocando como o bonzão, cada um sabe de si, fico aqui parafraseando o Irmão José um ancião de minha Igreja, homem simples que ajudou a construir brasília, muito sábio e que diz algo muito simples "Jesus sabe quem é bom e quem é ruim", agora a "teologia" tem assassinado muito, ah !!! e se o problema é financeiro, então não temos problema algum pois no céu não vamso precisar de dinheiro. “Deixa que os mortos sepultem os seus próprios mortos” (Mt 8:22) Mais atitude e menos blá, blá, blá !!! Paz absoluta !!!! Shallom

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.