sexta-feira, 10 de outubro de 2008

DEVO SER MUITO CHATO

Devo ser muito chato por não gostar nem de ouvir falar desse pessoal que assume títulos de "profeta" e "apóstolo".
Devo ser muito chato por não aceitar essa coisa de tomar posse, declarar, decretar, rejeitar, determinar, restituir.
Devo ser muito chato por não admitir o G-12 nem pintado de célula ou coisa que o valha.
Devo ser muito chato por ser contra a Teologia da Prosperidade e o Triunfalismo.
Devo ser muito chato por abominar a lei da semeadura financeira.
Devo ser muito chato por ofertar na igreja sem esperar dinheiro em troca.
Devo ser muito chato por detestar o movimento judaizante de São Cristóvão.
Devo ser muito chato por não me importar que me chamem de "frio".
Devo ser muito chato por ficar com cara feia quando escuto heresias.
Devo ser muito chato por não ficar emocionado com mais pregações sobre vitória, vitória e vitória "nesta noite".
Devo ser muito chato por me sentir desmotivado de vez em quando.
Devo ser muito chato por não apreciar esse negócio de Igreja com Propósitos.
Devo ser muito chato por não ser fã de pregadores nem cantores.
Devo ser muito chato por entender que certo "missionário" prega um anti-evangelho com sua Confissão Positiva.
Devo ser muito chato por entender que certo "bispo" não é nem cristão.
Devo ser muito chato por acreditar que a igreja não deve lançar políticos com interesse no favorecimento próprio.
Devo ser muito chato por considerar que pastor é dom, e não título de carreira.
Devo ser muito chato por não engolir aquelas "profetadas" genéricas do tipo "Deus tem uma grande obra em sua vida" ou "tem gente aqui com dor na coluna".
Devo ser muito chato por ficar entediado com aqueles cultos enormes que servem para que todo mundo tenha a oportunidade de cantar na frente.
Devo ser muito chato por gostar de interpretar a Bíblia com fé e racionalidade ao mesmo tempo, tudo junto.
Devo ser muito chato por não aceitar que me façam de burro ou de palhaço.
Devo ser muito chato por ficar com a Bíblia, e não com os homens.
Devo ser muito chato por compreender aqueles irmãos que estão sem igreja.
Devo ser muito chato por escrever essas coisas para que todo mundo veja.
Devo ser muito chato por anunciar o Evangelho e denunciar o pecado.
Devo ser muito chato por desprezar livros de auto-ajuda disfarçados de evangélicos.
Devo ser muito chato por valorizar o estudo e a leitura, ainda que isso seja cansativo também para mim.
Devo ser muito chato por saber que sou chato e continuar chateado.
Devo ser muito chato por ter convicção de que esse texto chato edificará alguém.


12 comentários:

Anônimo disse...

Irmão Alex, a paz do Senhor!

Me identifiquei com o seu texto porque, pelos mesmos motivos, também considero-me extremamente chata. E é péssimo (para os outros), sermos assim tão chatos, não é? Na paz de Cristo, Quédia.

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Sim, Irmã Quédia, é péssimo esse negócio de sermos vistos como chatos, quando na realidade estamos ao menos tentando defender os fundamentos da Fé. Creio que nesse terreno não podemos é dar ouvidos àquelas mensagens do tipo "tenha paciência", "dê tempo ao tempo", "o importante é que a obra cresça". Isso porque não podemos transigir com o que não é o Evangelho. Qualquer obra que não é fundada em Cristo deve ser combatida, ainda que ela esteja em nosso meio, com o nome e os trejeitos de "evangélica".

André disse...

Continue sendo "chato" assim Alex, oxalá que todos tivéssemos a coragem de sermos chatos explícitamente, mas o somos nas entrelinhas o que não gera confronto com o sistema e a coisa começará a mudar qdo nos expormos, ja disse Martir Luter King: "O que assusta não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons". Paz meu irmão.

Débora disse...

Paz Alex!

Também assumo minha chatice junto com você, parabéns pelo texto,disse tudo!

Emerson Bahia disse...

Não sabia que eu era tão chato assim...rs (http://emerson.bahia.zip.net)

Claudio Silva disse...

Faço da sua chatice a minha! Quem dera não precisase ser.

Um abraço e parabéns pelo blog

claudio pimenta disse...

sua chatisse

tambem sou chato
posso copiar e colocar no meu orkut ?

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Irmão Cláudio Pimenta,

Fique inteiramente à vontade para transcrever o texto em seu orkut ou em outros meios. Peço apenas que cite a fonte. Desde já sou eu que agradeço pelo seu comentário tão importante para mim.

claudio disse...

cocmo voce e chato

eu tambem sou chato


crsmedeiros@hotmail.com

Graça Rodrigues disse...

Oi Alex,podes por favor me incluir aí na lista dos chatos? rrsrsrrs me sentirei honrada.Só faltou por na lista dos chatos, Vc ver os profissionais do púpito aprontando todas e vc ainda sendo advertido:"não toqueis no ungido do senhor" TÁ DIFICIL NAO É MESMO? Foi muito interessante conhecer o teu blog, e eu que achava que estava só nessa,rsrrsrsr.Posso publicar no meu orkut e enviar para uns chatos que conheço?
Um abraço
Graça

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Irmã Graça,

Fico muito feliz por suas palavras de apoio. É claro que pode inserir o texto em seu orkut e enviar para todos quantos conhecer. É nosso objetivo fazer questionamentos sérios quanto à condição da Igreja hoje.
Que Deus continue te abençoando.

marcel disse...

MAIS UM CHATO EDIFICADO!
PAZ

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.