quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Tenho medo de Julio Severo

Há uns poucos anos tive contato com um texto de Julio Severo. Não sabia quem era, como ainda não sei exatamente. Demonstra ser um blogueiro ultraconservador que se tornou conhecido de certo público por suas posturas em assuntos políticos, sociais e religiosos, tratando de temas como o aborto, a eutanásia, o homossexualismo, as esquerdas e a educação sexual. Seu blog é recheado de textos bem escritos, que, de algum modo, cumprem o importante papel de fornecer uma alternativa ao pensamento chamado "progressista", que, na verdade, alberga a defesa de coisas indefensáveis pela Igreja.
Todavia, mesmo sendo eu uma pessoa que pode ser caracterizada como conservadora, Julio Severo me assusta. Eu já considerava muito fortes os seus posicionamentos, para não dizer "radicais". Tudo bem: sou contra o aborto, contra o homossexualismo, contra a eutanásia, contra boa parte das bandeiras da esquerda, contra a educação sexual baseada em princípios mundanos. Mas o cúmulo do absurdo foi a afirmação de Julio Severo no sentido de que o terremoto no Haiti foi uma resposta de Deus à prática do vodu naquele país, com o acréscimo de que, com o apoio do governo às religiões afrobrasileiras, poderiam ocorrer terremotos também no Brasil.
O próprio Julio Severo cita o Cônsul-Geral do Haiti em São Paulo, George Samuel Antoine, com o qual concorda: para eles, africano é amaldiçoado porque mexe com macumba. Andam juntos a Pat Robertson, para quem os haitianos estão pagando por um pacto supostamente feito com o Diabo em prol da Independência, que aconteceria em 1804.
Foi estarrecedor deparar com um texto dessa natureza, que chegou ao meu conhecimento por meio do GENIZAH VIRTUAL - este, sim, um blog que tenho visitado. Julio Severo assusta quando diz que um povo inteiro pode ser alvo do juízo de Deus porque em seu território se pratica o vodu.
Pergunto a Julio Severo (e fiz algumas perguntas em comentário endereçado ao seu blog, mas ainda não sei se foram publicadas):
a) por que Deus não teria livrado os justos que moravam no Haiti, como livrou a família de Ló ao destruir Sodoma e Gomorra?
b) macumba, vodu e santeria são piores que hipocrisia, mentira, maledicência, engano, falso testemunho, práticas pecaminosas conhecidas em nosso meio?
c) quem autorizou o Sr. Julio Severo a fazer declarações tão pesadas? Vive ele os tempos do Antigo Testamento? É um profeta de Deus? Quem lhe deu essa autoridade? De onde lhe vem essa "revelação"?
d) esqueceu ele que a França católica abandonou o Haiti à própria sorte depois de tê-lo dominado por tanto tempo? Que os Estados Unidos protestantes ocuparam o Haiti nos primeiros anos do Séc. XX? Que a ONU aprovou o embargo econômico de 1991? Que, enfim, a comunidade internacional nunca olhou para o Haiti como deveria?
Antes de fazer afirmações como a que fez quanto ao Haiti, o Sr. Julio Severo deveria estudar minuciosamente as causas históricas, sociológicas, econômicas e políticas que levaram aquele país a se tornar um dos mais pobres do mundo - algo que potencializa os danos de uma catástrofe natural. Escrever algo tão sério demanda estudo mais sério, além de redobrada cautela, pois se trata da dor alheia, da miséria alheia, da tragédia alheia.
Não escrevo isso para impingir culpa em ninguém. Apenas apresento aqui minha extrema preocupação com um blogueiro que, embora cumpra um papel importante de fomentar o debate público de temas atuais como os acima citados, numa ótica conservadora, fora do consenso "progressista", acaba se mostrando um baluarte do que pode haver de pior na direita cristã - e olha que a direita cristã tem coisas bem melhores para apresentar.

2 comentários:

João Armando disse...

Já acompanhei o blog dele por algum tempo - mas desisti - pelos mesmos motivos. É terrível ver gente assim, que, em tese, levante as mesmas bandeiras que nós, mas que o faz de modo farisaico, agressivo - e que acrescenta um monte de outras bobagens, tudo no mesmo balaio. Prato cheio para os ativistas, que saem por aí dizendo que os evangélicos conservadores são todos assim. Você deverá ter notado que ele é contra o controle da natalidade - a mesma posição católico-romana. Só não sei por que ele não tem quinze ou dezesseis filhos... Faça o que eu escrevo, mas não faça o que eu faço. Ele também é contra vacinas (pasmem). É pena. Mas alguns posts dele são interessantes. Há um, respondendo a Caio Fábio, que foi muito ao ponto. Disse o que precisava ser dito, que ele devia deixar de se dizer pastor depois de tudo o que fez e de tantas bobagens que anda a dizer no site dele.

Levi Bronzeado disse...

Vamos orar para Deus ter misericórdia desse homem. Ele precisa de tratamento psicológico, assim como precisa conhecer o que é a Graça.

Arrogância, fanatismo e intolerância religiosa são materiais inflamáveis, que não podem andar juntos.

Meu "NÂO" aos homens bombas!

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.