quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Querem de mim um auto-exame?

Sou burro por não entender de jeito nenhum que Deus deseja que todo cristão seja rico e imune a doenças.
Sou míope por criticar obras faraônicas ou ministérios personalistas de homens que lideram igrejas da prosperidade e da confissão positiva.
Sou antiquado por não aceitar modismos, como o G-12, a regressão, o perdão a Deus, as novas revelações, os novos apóstolos, a conquista de territórios, as "coberturas" de oração, o "tomar posse" do que não me pertence, a "determinação", o retorno a símbolos e práticas judaicas, os métodos de crescimento "explosivo" de igreja, os métodos e propósitos de Rick Warren e tantos outros.
Sou rebelde por não admitir que meus pastores saiam um milímetro dos fundamentos da Fé Cristã Evangélica, que eles dizem seguir e pregar.
Sou fanático por querer que as coisas sejam feitas estritamente do jeito que a Bíblia manda.
Sou alienado em todos os sentidos por acreditar que o inchaço do número de evangélicos e sua insersão social, política e midiática não autentica necessariamente o que se prega, e por ter convicção de que inexiste maturidade por parte de muitos que hoje se autodenominam "evangélicos" e alimentam as estatísticas do IBGE.
Sendo assim, quero ser burro, míope, antiquado, rebelde, fanático e alienado.
Quero ser burro para não raciocinar do jeito que o diabo pensa.
Quero ser míope para não enxergar na perspectiva do diabo.
Quero ser antiquado para não acompanhar as inovações do diabo.
Quero ser rebelde e dirigir toda a minha revolta contra as artimanhas do diabo, suas ciladas, suas saliências, suas estratégias, peçonhas e sutilezas.
Quero ser fanático num tipo de fanatismo que me dê reverente temor e tremor diante do meu Deus.
Quero ser alienado do pecado e próximo de Jesus Cristo.
E se o leitor tem por acaso alguma dificuldade de interpretação de textos, leia meu texto umas cinco vezes, e depois pense em tirar alguma conclusão minimamente coerente.
Desculpe. Estou com a paciência curta.

Nenhum comentário:

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.