sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Virando o disco

Os jovenzinhos não usam a expressão "virar o disco" porque simplesmente não conheceram os discos que tinham músicas nos dois lados, como o compacto e o Long Play. Mas, de qualquer maneira, dá para entender que virar o disco é mudar de assunto ou de perspectiva.
Tenho notado que meus assuntos vêem se repetindo demais. É importante ler coisas diferentes e estar disposto a situações novas, aprender algo inusitado - para mim, inusitada seria qualquer coisa que não fosse ler, porque é só isso o que eu faço, e não faço muito, infelizmente.
Já penso em deixar um pouco de lado minha preocupação excessiva com as pregações emocionalistas e triunfalistas que há por aí. Besteiras a gente ouve o tempo inteiro, e isso cansa muito.
O problema não são os irmãos que foram ensinados de modo errado, mas os falsos mestres, que negam o senhorio de Cristo e ensinam "heresias destruidoras" - para usar uma alusão petrina.
É cansativo combater heresias quando elas tomam o poder, e quando as pessoas se alegram com elas. Se os falsos ensinos se limitassem a outros arraiais, não seria tão ruim para nós, porque teríamos apoio de dentro. A questão é que existem certamente inúmeros crentes cansados dentro de igrejas cujos pastores mudaram de idéia, de discurso e de prática, porque querem açambarcar o maior número possível de membros, o maior prestígio e maiores somas de dinheiro.
Sei que não podemos perder a esperança, mas dá para cuidar um pouco mais da mente, se não a gente fica confuso demais, o que é ruim para a saúde. Note que as pessoas tolas são felizes, e que só as pessoas com alguma profundidade entram em depressão. Eu nunca soube de um idiota ficar deprimido, e os melhores poetas são tristes.
Se combato o erro doutrinário que afasta ou nega sutilmente a mensagem da Cruz, por outro lado preciso vencer a mim mesmo, porque sou pecador, tenho limitações e defeitos terríveis. Que isso não signifique tolerância para com o erro, nem conformismo, nem acomodação, tampouco covardia ou nutrição de interesses escusos - há que se ter equilíbrio, perseverança, cuidado da espiritualidade e da saúde emocional, confiança e esperança em Deus.

Nenhum comentário:

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.