domingo, 15 de junho de 2008

Estudos teológicos...

Estou trabalhando num estudo sobre I Pe 3.19 e seguintes, para este blog. Fiz um texto básico, mas preciso pesquisar mais, e ainda não tive coragem de publicar. Pelo pouco que pensei e vasculhei já percebi que a passagem é profunda e demasiado difícil para um exame simplista, marcado pela subjetividade, pelo "achismo".
Não se faz teologia facilmente. Preciso pesquisar alguma coisa mais densa, correntes teológicas, autores, dados históricos da passagem, o que os Pais da Igreja pensavam a respeito, alguma informação exegética, algo que os estudiosos do grego possam apontar.
Creio que precisamos de mais teologia de peso no Brasil, mais teologia bíblica, mais exegese. Tenho ainda poucos subsídios, mas quero adquiri-los com o tempo. Não me conformo em me tornar simplesmente um crítico da situação da Igreja.
Gostaria de fazer teologia com profundidade, com técnica. Tenho a certeza de que a Bíblia é riquíssima, fornecendo-nos verdades maravilhosas, que precisam ser buscadas, garimpadas. A sabedoria de Deus é tão grande que é um pecado não buscá-la, não percebê-la, não querê-la.
O próprio texto bíblico oferece motivo de satisfação abundante, e respostas à mente e ao coração. É isso o que me move a estudar cada vez mais.
Portanto, para quem lê o que escrevo aqui, digo que estou preparando esse estudo, mas com um pouco mais de cuidado, pois as dificuldades que o texto apresenta não podem ser desmerecidas - antes, enfrentadas.

Um comentário:

Gilberto disse...

Um ótimo texto este. Precisamos ler novamente para entender melhor. Todo crente precisa se apronfundar nos estudos da bíblia cada vez mais para sentir o gozo dos céu, para darmos mais lugar a Deus a fim de sermos mais usados em sua seara.
Luiza e Gilberto. 18/06/08

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.