terça-feira, 8 de julho de 2008

Alguns aspectos positivos da Assembléia de Deus - ao menos das Assembléias de Deus que ainda mantêm seus fundamentos históricos

Sem nenhum sectarismo, mas com o intuito de valorizar as coisas boas da denominação a que pertenço, cito abaixo alguns pontos positivos da Assembléia de Deus, tendo em mente as que são filiadas à Convenção Geral (CGADB) e advêm da missão pioneira dos suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg:
1) Ênfase na evangelização;
2) Ênfase na necessidade de busca do poder do Espírito Santo;
3) Ênfase na importância do avivamento;
4) Trabalho de cristãos "leigos";
5) Presença em toda parte do Brasil;
6) Alcance maciço de pessoas de baixa renda;
7) Casa Publicadora (CPAD) moderna e com excelentes obras de autores nacionais e estrangeiros;
8) Revistas de Escola Dominical de alto nível teológico, pedagógico e estético;
9) Doutrina conservadora, ortodoxa;
10) Rejeita o pedobatismo - para mim isso é vantagem; que me desculpem os irmãos que o praticam;
11) Concepção correta da Ceia do SENHOR e do Batismo nas Águas;
12) Preocupação com o ensino de Escatologia;
13) Ordenação pastoral de homens experientes, que geralmente passaram por outros ofícios, como de presbítero e diácono;
14) Defesa da Salvação pela Graça mediante a Fé;
15) Centralidade de Cristo no discurso doutrinário e querigmático (de pregação);
16) Respeito às leis e às autoridades constituídas;
17) Preocupação com o testemunho público e com a ética;
18) Organização hierárquica que permite a uma igreja local não ficar à mercê de indivíduos ou famílias que mandam e desmandam, porque há uma remissão a instâncias superiores;
19) História de crescimento que atesta a influência do poder do Espírito no sucesso da evangelização;
20) Origem num avivamento de forte conotação missionária, a princípio sem interesse denominacional;
21) Clareza quanto ao combate de heresias e modismos, como a Teologia da Prosperidade, o Triunfalismo, o G-12, os métodos de crescimento de igreja, o movimento judaizante, dentre outros.
Esses são alguns aspectos que considero valiosos na Assembléia de Deus. É bom valorizarmos a herança que os pioneiros e pastores mais antigos nos deixaram. Isso é bíblico (Hb 13.7).

Nenhum comentário:

Fale comigo!

Gostaria de estabelecer contato com você. Talvez pensemos a respeito dos mesmos assuntos, e o diálogo é sempre bem-vindo e mais que necessário. Meu e-mail é alexesteves.rocha@gmail.com. Você poderá fazer sugestões de artigos, dar idéias para o formato do blog, tecer alguma crítica ou questionamento. Fique à vontade. Embora o blog seja uma coisa pessoal por natureza, gostaria de usar este espaço para conhecer um pouco de quem está do outro lado. Um abraço.

Para pensar:

Um dos terríveis problemas da Igreja evangélica brasileira é a falta de conhecimento da Bíblia como um sistema coerente de princípios, promessas e relatos que apontam para Cristo como Criador, Sustentador e Salvador. Em vez disso, prega-se um "jesus" diminuído, porque criado à imagem de seus idealizadores, e que faz uso de textos bíblicos isolados, como se fossem amuletos, peças mágicas a serem usadas ao bel-talante do indivíduo.

Arquivo do blog

Bases de Fé

Creio:
Em um só Deus e na Trindade.
Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão.
Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal e sua ascensão aos céus.
Na pecaminosidade do homem, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode salvá-lo.
Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus.
No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor.
No batismo bíblico em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo.
Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus, através do poder do Espírito Santo.
No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo.
Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade.
Na Segunda Vinda de Cristo.
Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo.
No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis.
E na vida eterna para os fiéis e morte eterna para os infiéis.